Olá, meus amigos!

Enfim temos boas notícias: Campinas voltou para a fase laranja do plano de SP e poderá reabrir o comércio. Após 3 semanas consecutivas de portas fechadas, devido aos avanços da Covid-19, finalmente teremos um respiro.

Com a entrada na fase laranja, o comércio de rua, shoppings e escritórios poderão reabrir para atendimento presidencial, com regras, a partir de segunda-feira, dia 27.

Confira abaixo a notícia na íntegra e se planeje para a semana que vem, meu amigo!

Melhora nos casos de Covid-19

Com a melhora nos indicadores de novos casos, óbitos e ocupação de leitos de UTI, o Comitê de Contingenciamento da Covid-19 reclassificou a região de saúde de Campinas, com 42 cidades, para a fase laranja.

Foram 41.267 casos registrados até ontem, portanto, houve uma variação de 3,4% nos novos casos confirmados na última semana. As mortes somam 1.576, com variação na semana de 8,8%.

Mas foi a queda de internações em UTI que levou nossa região a sair da fase vermelha, onde apenas serviços essenciais estavam autorizados a funcionar. A taxa ficou em 78,3%, ontem. Taxas abaixo de 80% permitem que as regiões progridam de fase. Assim, meus amigos, poderemos voltar à rotina.

Cenário anterior

A quarenta para frear a disseminação do novo coronavírus, começou em Campinas dia 23 de março, quando apenas os serviços essenciais puderam funcionar. Com o início do Plano SP, plano de retomada gradual das atividades no Estado de São Paulo, nossa região havia sido classificada na zona laranja

Assim, estávamos na segunda fase dentre cinco previstas até a normalização de todas as atividades no estado. Logo houve a flexibilização das regras, com restrições, no dia 1º de junho.

Mas, por falta de garantias totais de que os leitos disponíveis seriam o suficiente para dar conta dos infectados, a Prefeitura adiou em uma semana o início da flexibilização.

Desse modo, permanecemos na fase laranja até o início de julho, quando a taxa de ocupação de leitos levou as 42 cidades de volta à fase vermelha, a mais restritiva onde estávamos pela terceira semana consecutiva.

Reabertura do comércio

O prefeito Jonas Donizette avaliou que nossa região tem indicadores que poderiam levar para a fase laranja ou amarela. Segundo ele, o município de Campinas é o mais promissor, com taxas ainda melhores. Assim, com a reclassificação, a partir de segunda-feira, imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio de rua e shoppings centers poderão abrir com restrições.

Eles optaram por funcionar por seis horas diárias, ou seja, duas horas a mais do que o permitido atualmente na fase laranja. Porém, ao escolher essa mudança, os estabelecimentos terão que fechar durante três dias da semana.

O que abre e quais são os horários de funcionamento?

Além dos serviços essenciais, também estão autorizados a funcionar a partir de segunda, setores como:

1- Escritórios em geral, como advocacia, contabilidade e imobiliárias, engenharia, arquitetura e turismo;

2- Shopping Centers, das 16h às 20h, ficando vedada a realização de atividades, eventos culturais e de lazer, o funcionamento de praça de alimentação, bem como os serviços de valet;

3- Comércios e serviços, inclusive galerias e estabelecimentos congêneres, das 12h às 16h, de segunda-feira a sexta-feira, e das 9h às 13h durante os finais de semana e feriados;

4- Eventos realizados em drive-in, desde que tenha alvará e cumpra as regras.

As igrejas poderão funcionar, mas a recomendação do prefeito é que cultos e missas continuem online. Jonas disse que está recorrendo a liminar que suspendeu o funcionamento de igrejas.

Isso porque a Justiça entende que a retomada de celebrações só pode ocorrer na fase amarela. Mas, segundo o secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panutto, há um equívoco na interpretação, pois o Plano São Paulo não define fase para as igrejas.

Requalificação de fase

O Plano SP define que a requalificação de fase para mais restritiva será feita semanalmente, caso a região tenha piora nos índices. Para que haja uma promoção a uma fase com menos restrições e mais aberturas, serão necessárias duas semanas.

O plano ainda dá autonomia para que prefeitos diminuam ou aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos pelo Estado, desde que apresentem os pré-requisitos embasados em definições técnicas e científicas.

Conclusão

Para que Campinas e região possam evoluir de fase, e nosso comércio volte ao normal, precisamos seguir todas as medidas de contenção do vírus. Por isso, meus amigos, usem máscaras e lavem as mãos sempre que possível.

Se cuidem o máximo que puderem e não se esqueçam de sair apenas se necessário. Apesar na baixa dos índices, ainda precisamos manter todos os cuidados para que nossa região não regrida novamente à fase vermelha.

Siga seu amigo Veiga nas redes sociais para receber mais notícias como esta, além de muitas dicas do âmbito jurídico. Eu estou no Facebook e Instagram.

Se cuidem e até a próxima, meus queridos!