Olá, meus queridos amigos!

Nessa última semana, contamos com a reabertura do comércio de rua e alguns outros serviços em Campinas. O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, havia criado um planejamento de reabertura especial para Campinas, que contava com diversos cuidados que tinham o objetivo de conter os avanços da Covid-19 na cidade.

Entretanto, as medidas não foram suficientes e, com o aumento considerável de casos da doença, a Prefeitura de Campinas anunciou novo fechamento do comércio para a semana que vem, começando na segunda-feira.

Mas calma, meus amigos, apenas o comércio de rua e shoppings deverão fechar, outros estabelecimentos como escritórios e concessionarias poderão continuar. Confira a notícia na íntegra para saber exatamente como funcionará, e se preparem para a próxima semana:

Comércio volta a fechar

O comércio de rua e shoppings voltarão a fechar a partir de segunda-feira como tentativa de aumentar o isolamento social e frear a disseminação do novo coronavírus em Campinas.

O prefeito Jonas Donizette (PSB) anunciou, em live, que vai regredir à fase vermelha do Plano São Paulo e atender a recomendação do Estado, feita em nota técnica pelo Comitê de Contingenciamento da Covid-19. Assim, comércio de rua e shoppings serão fechados novamente.

Além disso, mais dois decretos devem ser publicados amanhã no Diário Oficial. O primeiro, proibirá hospitais particulares de Campinas de realizarem cirurgias eletivas, aquelas que podem esperar. O objetivo é aumentar a possibilidade de uso de leitos para pacientes com coronavírus.

O segundo decreto, determinará o fechamento de comércio de rua e shoppings por uma semana a partir de segunda-feira. Portanto, meus amigos, não se esqueçam de verificar o Diário Oficial para saber se houve alguma mudança na decisão.

O endurecimento das regras da retomada parcial das atividades vai durar por apenas uma semana, mas poderá ser prorrogado. O governador, João Doria, anunciou que a região de Campinas permanece na fase laranja, a atual, mas que Jonas tem autonomia para decidir pela regressão de fase.

Covid-19 em Campinas

Atualmente, nossa cidade já conta com 5.228 pessoas infectadas e 203 mortes pelo novo coronavírus.

De acordo com o prefeito, a alta ocupação de leitos levou à decisão de fechar novamente o comércio e dar um fôlego para os hospitais recuperarem os leitos.

A taxa de ocupação hospitalar em Campinas atingiu esta semana 85,84% – dos 325 leitos de UTI, 279 estavam ocupados – com maior pressão sobre o SUS municipal, que novamente chegou a 100%, e estadual (AME e Unicamp) que ficou em 93%. Na rede privada, que atende pacientes particulares e de planos de saúde, a ocupação foi de 71%.

Falta de conscientização

Jonas afirmou ainda que quer mostrar que a situação não está dentro da normalidade. Segundo o prefeito, a população está tendo dificuldade em compreender que o momento exige o isolamento social.

Para ele, essa medida também trará um alento a quem está na linha de frente do combate da pandemia.

Conclusão

A flexibilização do isolamento foi planejada de modo a dividir a responsabilidade com toda a população. Por isso, meus amigos, devemos continuar a seguir todas as precauções contra o vírus para podermos retornar com as atividades de uma vez por todas.

Leia mais notícias sobre Campinas e região aqui no blog, e me siga nas redes socias, Facebook e Instagram.

Até a próxima, meus queridos amigos!