Minhas Propostas

Propostas de Projetos de Leis – Jorge Veiga

O vereador é eleito para fiscalizar o executivo e propor projetos de leis para o município, com a finalidade de melhorar a vida de seus habitantes.

Campinas, única metrópole do interior do Brasil, é uma cidade pujante, com cerca de 1,4 milhão de habitantes, importante polo industrial, comercial e tecnológico, celeiro de estudantes e pesquisadores, graças às suas universidades, que atraem anualmente milhares de jovens, inclusive muitos estrangeiros.

Se você estiver procurando um candidato a vereador que tenha boas propostas, além da renovação da Câmara de Vereadores de Campinas, conheça as propostas de JORGE VEIGA:

GERAÇÃO DE RENDA

• Projeto “Campinas Empreendedora”, prevê a criação de uma linha de crédito de R$ 3mil a R$ 10 mil a pequenos comerciantes e prestadores de serviços, que geram de 1 a 2 empregos diretos. A liberação dessa linha de crédito estará atrelada a um curso de capacitação, que dará suporte para que esse pequeno empreendedor mantenha a vida financeira de seus negócios e se fortaleça no mercado. Pesquisas do Sebrae apontam que quase 25% dos negócios encerram suas atividades em menos de dois anos de existência e 50% em menos de quatro anos.
Z

FISCALIZAÇÃO

Chamamento popular para questionar, auditar e fiscalizar o destino da verba arrecadada com taxa de coleta de lixo e tratamento de esgoto paga pela população.

SAÚDE

Implantação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em todos os Prontos Socorros e Prontos Atendimentos.

TRABALHO E RENDA

Implantação, de fato, do programa Economia Solidária, com projetos e fomento ao desenvolvimento de cooperativas populares, associativismo, feiras solidárias e hortas comunitárias.

ESPORTE

– Aumento do orçamento que possibilite uma distribuição justa e igualitária dos recursos, entre todas as modalidades esportivas.

– Implantação do projeto “Judô na Escola” e outros contemplando modalidades de artes marciais nas escolas. O objetivo é diminuir o índice de violência, através de práticas que cultuam também o respeito, a disciplina, a valorização das pessoas, principalmente, dos idosos.

– A promoção da saúde, através do esporte para todos, principalmente para os que mais precisam: os idosos e jovens. 

– Criação da “Bolsa Atleta”, para incentivar novos talentos esportivos, para que eles recebam passe de ônibus para chegar até o local de treinamento.

– Ampliação do quadro de educadores físicos, fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos do esporte para atuarem junto à população.

COMUNIDADE PARTICIPATIVA

• Estimular a participação de movimentos populares no legislativo campineiro. O projeto Câmara Participativa dará voz à população dentro da “Casa do Povo”.

• Criação de conselhos populares nas Administrações Regionais ARs, com a participação direta da sociedade civil; o administrador será eleito pelos moradores da região, como forma de evitar o “aparelhamento”.

• Implementação do Orçamento Participativo (OP) para que a população decida aonde serão aplicados os recursos públicos.

TERCEIRA IDADE

• Ações para trazer qualidade de vida aos idosos e às suas famílias;

• Criação de “Centros-Dia” para assistência à idosos e familiares;
Um lugar de assistência e amparo social a familias que precisam trabalhar e gerar sua renda, porém com a dificuldade e o desafio diário do cuidados com saúde e atenção com o idoso;

• Implantar atividades físicas, práticas integrativas, culturais e de lazer, como os jogos de mesa no Centro de Socialização do idoso;

• Descentralização das academias de saúde para melhor atender os idosos de cada comunidade;

• Orientação profissional nas academias da terceira idade (ATI) ou ar livre.