Saiba como funcionará o rodízio de veículos em Campinas

14/05, 20 | Campinas, Dicas para empreendedores, Dicas para o Consumidor, Dicas para o Trabalhador, Transito | 0 Comentários

Bem-vindos, meus amigos!

Hoje trago para vocês uma notícia sobre as ações que estão sendo tomadas no combate ao novo coronavírus. Com o aumento de casos da Covid-19 em Campinas, nosso prefeito Jonas Donizette resolveu implementar o sistema de rodízio de veículos na nossa cidade.

É a primeira vez na história que teremos essa medida, seu intuito é manter a taxa de isolamento em 55%, e assim evitar mais contagio.

A decisão será posta em ação já na semana que vem, a partir de segunda-feira (18), mas vocês sabem como funcionará? Não se preocupem, meus queridos, pois mais uma vez estou aqui para auxiliá-los e informá-los sobre as mudanças em nossa região.

Como funcionará o rodízio

O anúncio do rodízio de veículos em Campinas foi feito nesta quarta-feira (13), devendo começar na segunda (18), e com previsão para durar por tempo indeterminado.

O modelo será semelhante ao utilizado por São Paulo antes da pandemia do coronavírus, com a restrição de dois finais de placas por dia.

A ação deve impactar numa redução diária de 20% de circulação da frota. Para auxiliar quem precisa sair de casa, haverá um reforço do número de ônibus do transporte coletivo no período. Com o rodízio, a expectativa é ampliar os índices de isolamento social na cidade e diminuir os números de acidentes.

O secretário de Transportes, Carlos José Barreiro, explicou que a medida será válida das 6h às 20h, em toda a cidade. Portanto, todas as regiões de Campinas estarão sujeitas a nova medida, e as regras valem mesmo para placas de outras cidades. Equipes da Emdec farão a fiscalização, contando com agentes e o monitoramento eletrônico por radares.

Placas proibidas por dia:

E

Segunda-feira: finais 1 e 2

E

Terça-feira: finais 3 e 4

E

Quarta-feira: finais 5 e 6

E

Quinta-feira: finais 7 e 8

E

Sexta-feira: finais 9 e 0

Multa e penalização

O motorista que for flagrado circulando com placas proibidas no dia determinado, será multado em R$ 130,16 e receberá quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Veículos de fora de Campinas também serão fiscalizados e autuados.

De acordo com a prefeitura, profissionais de “serviços essenciais” estarão isentos do rodízio. As determinações e detalhes sobre isso estarão no decreto, que será publicado até sexta-feira.

Covid-19 em Campinas

O índice de isolamento social na cidade permanece em 45%. Segundo Jonas, “Nós precisamos manter uma taxa de 55% [de isolamento], para ter o achatamento da curva [de contágio]”. O prefeito ainda completou: “A situação não é leve, é grave. Não é que os casos podem, eles irão aumentar. Fiquem em casa, aqueles que puderem”.

Campinas tem a 3ª taxa de maior ocupação de leitos do Estado e confirmou, nesta semana, a 28ª morte por Covid-19. Além disso, houve um aumento de 47 casos positivos em relação ao dia anterior, e o total de infectados na nossa cidade chegou a 669.

O balanço da prefeitura mostra também aumento de 46 casos suspeitos, sendo que ainda estão sendo aguardados os resultados de mais de 200 exames. Veja os números divulgados nesta semana:

E

669 casos confirmados

E

231 em investigação

E

1.638 casos descartados

E

28 óbitos

E

20 óbitos em investigação

E

495 pessoas recuperadas

E

66 internadas com Covid-19

E

80 pessoas isolamento domiciliar

 

Conclusão

Meus amigos, este momento, tão delicado para a nossa saúde e a saúde daqueles de quem amamos, é necessário seguirmos as providências tomadas por nossos líderes. Elas são essenciais na luta contra o vírus.

Portanto, não vacile e não dê chance para a doença se espalhar. Siga as recomendações médicas de prevenção contra o vírus, e se precisar sair de casa não se esqueça de conferir as placas proibidas do dia.

Assim, meus queridos, venceremos essa batalha e poderemos retornar o mais cedo possível à vida normal.

Até mais, e se puder fiquem em casa!

 

Fonte: g1.globo.com/sp/campinas-regiao